segunda-feira, 15 de setembro de 2014

LABORATÓRIO DE REDAÇÃO

Bom dia!

Hoje, sabadão, estou aqui juntamente com a professora Lidiane Araújo reunida com os alunos de 2º e 3º ano da escola JTA. Estamos desenvolvendo atividades do Laboratório de Redação e esperamos que essa manhã seja bastante produtiva. Iremos criar blogs para serem utilizados no decorrer do projeto.

Tanto eu como a professora de português estamos muito felizes com a presença de todos e confiantes no sucesso do nosso projeto!

 

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Acontecimentos históricos do mês de setembro

Fatos históricos do mês de setembro

Dia 3/1783 - Nova nação - Em Paris, na França
Estados Unidos e Grã-Bretanha assinam o Tratado de Paris, que encerra a Guerra de Independência americana, iniciada oito anos antes. No documento, os britânicos reconhecem a autonomia das 13 colônias e definem o território do novo país.
ARQUIVO
“A Majestade Britânica reconhece que os Estados Unidos, isto é, New Hampshire, Massachusetts, Rhode Island e Providence Plantations, Connecticut, Nova York, Nova Jersey, Pensilvânia, Maryland,
Virgínia, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Geórgia, são estados soberanos e independentes.”
Trecho do Tratado de Paris

Dia 6/1922 - Letra para a música - No Rio de Janeiro, no Brasil
Escrita por Joaquim Osório Duque Estrada em 1909, a letra do Hino Nacional Brasileiro é oficializada por um decreto assinado pelo então presidente da República, Epitácio Pessoa. A música do hino havia sido composta logo após a abdicação de dom Pedro I, em 1831, por Francisco Manuel da Silva.

Dia 12/1683 - Declínio turco - Em Viena, na Áustria
Quase dois meses depois de seu início, chega ao fim o Cerco a Viena, uma expedição turca contra Leopoldo I, rei austríaco e imperador do Sacro Império Romano-Germânico. Os invasores foram derrotados por um exército liderado por Jan III Sobieski, da Polônia. O fato marcou o início do fim da dominação turca no leste da Europa e estabeleceu um limite para o avanço do Império Otomano na região.

Dia 13/1987 - Terror radioativo - Em Goiânia, no Brasil
Sem saberem que estavam lidando com uma cápsula de césio-137, dois catadores de sucata entram no prédio do Instituto Goiano de Radioterapia e pegam um bloco de chumbo para vender a um ferro-velho. Ao ser aberta, a cápsula espalhou radiação. Quatro pessoas morreram contaminadas e mais de 700 foram expostas à radiação. Foi o pior acidente radioativo do país.
Eu me lembro
“Eu tinha 12 anos e morava em Goiânia, a 4 quilômetros do local onde houve exposição ao césio-137. A população ficou apavorada. Faltavam informações sobre o que estava acontecendo e muitos não saíam mais de casa. Logo percebi a discriminação de pessoas que moravam em outras cidades com quem era de Goiânia. Uma tia minha, que atuava como médica e teve contato com o césio na época, hoje sofre de câncer.”
Carlos Pires, vocalista da banda Horrores do Césio-137, formada em 1988 em protesto ao acidente

Dia 14/1812 - Capital em chamas - Em Moscou, na Rússia
Durante a campanha na Rússia, causada pelo descumprimento do czar Alexandre I (1777-1825) ao bloqueio imposto pelos franceses ao comércio com a Inglaterra, Napoleão Bonaparte (1769-1821) toma Moscou, que havia sido abandonada pelos moradores. Nas horas seguintes, tem início um grande incêndio, ordenado pelo governador local.

ARQUIVO
“Ficamos surpresos quando não vimos ninguém nos arredores (...). Não conseguimos identificar qual o motivo de tão completo silêncio (...). Primeiro tentamos nos convencer de que os cidadãos estavam dentro das suas casas nos vigiando, mas não podíamos imaginar que residências tão bonitas e ricas teriam sido abandonadas por seus moradores. Aproximadamente uma hora depois de nós termos entrado na cidade, o fogo começou (...). Não pensávamos que os russos pudessem destruir uma das mais belas cidades do mundo.”
Relato do sargento Adrien-Jean-Baptiste-François Bourgogne (1785-1867), integrante do Exército da França
Dia 15/1916 - Novidade no front - Na França
Na Batalha do Somme, durante a Primeira Guerra Mundial, os ingleses usam pela primeira vez num combate militar um tanque de guerra, o Mark I. Apesar do impacto, a novidade dos aliados teve pouco efeito contra os inimigos: dos 32 veículos que foram para o front, apenas nove avançaram sobre as linhas de defesa alemãs. Todos os demais quebraram ou ficaram atolados.
Dia 17/1971 - Emboscada contra Lamarca - No interior da Bahia
Depois de percorrer, em fuga, cerca de 300 quilômetros em 20 dias pela caatinga nordestina, Carlos Lamarca é encontrado descansando embaixo de uma árvore em Pintada, a 700 quilômetros de Salvador. Naquele momento, ele foi morto a tiros por uma patrulha do Exército, comandada pelo major Nilton Cerqueira. Lamarca foi guerrilheiro da VPR (Vanguarda Popular Revolucionária) e do MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de Outubro) durante a ditadura militar.
Eu me lembro
“Eu era militante da Ação Popular e fiquei sabendo da morte do Lamarca no dia seguinte, enquanto cobria um ponto de encontro no Parque da Água Branca, em São Paulo. Vi a notícia em uma banca de jornal, com a foto dele e a manchete de que o ‘terrorista procurado’ havia sido pego. Foi como um soco no estômago. Sempre tive, assim como os outros militantes, a esperança de que ele conseguisse escapar, como Robin Hood sempre conseguia. Senti medo por mim mesmo, temi ser um dos próximos presos. Antes, a esperança era que ele conseguisse ir para o exterior, começar uma outra vida. Infelizmente, não foi o que aconteceu.”
Geraldo Augusto de Siqueira, geógrafo
Dia 21/1761 - Fogo herético - Em Lisboa, em Portugal
Ao entardecer, na praça do Rossio, na capital portuguesa, o jesuíta Gabriel Malagrida é morto na fogueira, aos 72 anos de idade, quase metade deles dedicados à peregrinação pelo Brasil. O padre havia sido denunciado pelo marquês de Pombal por blasfêmia e heresia e então condenado a ser queimado vivo em local público.
Dia 22/1928 - Nova arma da medicina - Na Escócia
O médico Alexander Fleming (1881-1955) descobre a penicilina, considerada a base dos antibióticos e um dos passos mais importantes da medicina no século 20. Ele alcançou o feito ao observar o crescimento de uma colônia de bactérias Staphylococcus aureus, que causam infecções. Ele notou que um fungo, chamado Penicillium, havia contaminado a placa de análise e produzido substâncias capazes de destruir as bactérias.
Dia 24/1834 - Morre dom pedro I - Em Lisboa, em Portugal
Por volta de 14h30, no mesmo quarto em que nasceu, a sala Dom Quixote, no Palácio de Queluz, morre aos 35 anos o primeiro imperador do Brasil, dom Pedro I, provavelmente vítima de tuberculose. Filho de dom João VI, ele havia proclamado a independência brasileira em relação a Portugal em 7 de setembro de 1822 e abdicado do poder em 1831.
Dia 25/1493 - Retorno aos mares - Em Cádiz, na Espanha
Com 17 navios e 1500 homens, o explorador Cristóvão Colombo (1437/1448–1506) parte de Cádiz, na Espanha, rumo a sua segunda viagem ao Novo Mundo, descoberto por ele no ano anterior. Dessa vez, a expedição duraria quase três anos e ele alcançaria novas ilhas, como Porto Rico e Antilhas.
Dia 28/48 a.C - Em nome da diplomacia - No Egito
Pompeu, o Grande, um importante líder da República romana, é assassinado no Egito. Ele fugiu para lá depois da derrota para Júlio César (100 a.C.–44 a.C.) na Batalha de Farsália. Mas o rei egípcio Ptolomeu XIII (63 a.C.–47 a.C.) mandou matar Pompeu e entregou sua cabeça para César, que ficou irritado com o gesto.



Fonte: Guia do Estudante

Dando uma passada...

Dando uma passadinha no blog para tirar a poeira... Muito tempo sem postagens... Muitas coisas ocorrendo no país...

Estamos vivendo um momento muito delicado no Brasil: escolha dos novos representantes do povo, que passarão os próximos quatro anos (no caso dos senadores, oito anos) sendo responsáveis pelo nosso presente e futuro. Infelizmente percebo nas próprias propagandas eleitorais a falta de seriedade de muitos, e o velho discurso batido que ninguém aguenta mais: educação, saúde, moradia, etc... O disco velho e arranhado continua a rodar e a situação no país só piora. Não sei onde vai parar principalmente quando o assunto é saúde e segurança pública.

Hoje pela manhã estava assistindo os noticiários e confesso que fiquei entristecida: seca, violência, impunidade, corrupção... Tem-se a impressão de que nada funciona bem nesse país. 

A "Terra da Garoa" sofrendo com falta de água, isso é surreal!

Não podemos nos acomodar e deixar para que apenas os políticos sejam responsáveis pelas mudanças tão sonhadas. Se cada um dos milhões de brasileiros tomarem consciência de sua importância na sociedade, a "coisa" muda. Quando tomarmos as rédeas da situação, e deixarmos de ser esse país do estereótipo, do complexo de "vira latas", carnaval, samba, bunda e futebol (que caiu muito, quem diria! Copa 2014, nem vou comentar), seremos sim uma nação "gigante". Atitudes simples como não jogar lixo no chão, dar bom dia ao vizinho, dar o lugar que ocupa no transporte público ou em qualquer estabelecimento para um idoso, um deficiente, uma gestante ou mãe com criança no colo, enfim, pequenos gestos que garantem a nobreza de um povo.

Não sei se viverei tempo suficiente para ver essas mudanças acontecerem, afinal são mais de 500 anos de história "mal contada"... Temos uns 500 pela frente para tentar mudar e realmente fazer do país um lugar digno e decente para viver, sem tantas injustiças e desigualdades sociais.

Vamos tentar fazer algo mais do que já temos feito?