sexta-feira, 4 de setembro de 2015

1915: Cem anos de uma grande seca que entrou na história do Estado do Ceará. Rachel de Queiroz com todo seu encanto descreveu de forma magnífica no livro "O Quinze". A EEM José Teixeira de Albuquerque decidiu trabalhar com as turmas de 3º ano e para entrar no clima foi criado um ambiente inspirado no livro. Eu dei minha contribuição com o desenho da capa!!!
 
Pensei muito na escritora enquanto fazia, era uma querida e amo suas obras!!!!









domingo, 5 de julho de 2015

Olá!

Enfim férias!!!


Mas como professor não para, momentos de folga são momentos para estudo!

Tentarei postar comentários do livro didático adotado pela escola que trabalho: HISTÓRIA, SOCIEDADE & CIDADANIA, do Alfredo Boulos Jr, FTD. Quem quiser acompanhar os estudos, siga-me!

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Raul Seixas

Dia 28/06 seria o aniversário de 70 anos do grande Raul Seixas. Fiz minha singela homenagem:

"Ô ô seu moço do disco voador!"
Aprendi contigo que é melhor "ser uma metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo"... Que "eu não sou besta pra tirar onda de herói", "que o amor só dura em liberdade". Que aconteça o que acontecer, "tenha fé em Deus, tenha fé na vida, tente outra vez!".
Ainda bem que "perdi o meu medo da chuva", pois "aprendi o segredo da vida". Quer algo? "Faz o que tu queres há de ser, tudo da lei". Sei, "a formiga só trabalha porque não sabe cantar", mas que não devo me acomodar com o que tenho já que "eu tenho uma porção de coisas grandes pra conquistar, e eu não posso ficar aí parado" por isso vou à luta!
Sim, sou brasileira, cidadã e "minha teimosia brava de guerreiro é o que me faz o primeiro dessa procissão". "Traga sua bola de cristal", "pense num dia com gosto de infância", acredite "você ainda pode sonhar"... Ah, tudo bem! "É muito cedo pra você se acostumar".
"A burrice é tanta, tá tudo tão a vista" e "quando acabar o maluco sou eu"! Ah grande Raul! Quanta sabedoria por trás de suas canções! "Nessa sala hoje eu peço arrego" vendo a música brasileira se acabar... Vamos calcular o MDC?
Fico por aqui comendo "macaxeira, como diz no Ceará".
OBRIGADA POR TER VINDO AO MUNDO RAULZITO!!!
De onde estiver, receba meus PARABÉNS!!!!!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

FUNCEME x PROFETAS DO TEMPO

Aqui no Nordeste, o período chuvoso que costuma ser no primeiro semestre, é chamado de INVERNO.

Nos últimos três anos não tivemos bons invernos, portanto, rios, lagoas, açudes e cacimbas estão praticamente secas. Veio um grande medo: será que teremos outra seca do QUINZE, assim como há cem anos atrás?

A FUNCEME (Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricosnão foi nada animadora em sua previsão, divulgando o pior prognóstico dos últimos anos, que o Ceará tem 64% de chance de ter mais um ano de seca!

Itapajé - CE

Dos 184 municípios cearenses, 176 estão em estado de emergência por conta da estiagem. 

Em contra partida, temos os PROFETAS DA CHUVA, que de acordo com suas observações da natureza, estão bem otimistas. 

profestas da chuva


Temos aqui a ciência e o senso comum.
Quem tem razão?

Esses últimos dias tem sido chuvosos. Vamos observar e confiar que haverá chuva, tirando da seca nosso povo.

Quer saber mais? Clique nos links abaixo:

Ceará tem 64% de chance de ter mais um ano de seca, revela Funceme


domingo, 15 de fevereiro de 2015

Achados...

CARTÕES TELEFÔNICOS

Dando uma geral nas minhas coisas que ainda se encontram na casa dos meus pais, vi meus cartões telefônicos. Deu muito trabalho juntá-los, muitos foram comprados.

Ao ver cada um deles, me imaginei idosa, rodeada de netos curiosos, tentando explicar como eram usados "No meu tempo para fazer uma ligação..." 

Contabilizei 2871, pouco ainda para se considerar uma "colecionadora" de fato, haja vista que um dos maiores colecionadores do Brasil tem mais de  23 mil. São várias coleções de pássaros, flores, fotos antigas, bandeiras, curiosidades, etc. Infelizmente com o tempo isso foi se acabando e os mais recentes só tem propagandas da empresa. Acredito que hoje em dia ninguém coleciona mais, pois não tem mais graça os cartões novos.

Lembro-me que pedia aos mais próximos: "Quando acabar as unidades você me dá?". Passava nos orelhões observando, pois sempre tinha pessoas que deixavam por lá.

O nome que se dá ao colecionador é telecartofilista.

Quantas histórias cada um deles ouviu? Notícias boas, ruins, choros, alegrias... Observando na esquina da minha rua, um telefone público destruído, me deu uma tristeza em pensar que vivemos num país que banaliza o que é "público" como se não fosse de ninguém, sem se dar conta que é meu, seu, nosso!

Com a onda de celulares pouco são utilizados. Deveriam ser preservados, pois ao meu ver dá um charme diferente para a cidade, inclusive tem locais que os telefones públicos são atrações turísticas. Passear em Londres e não tirar uma foto na clássica cabine é mesmo que não ir!

Segue abaixo a foto da minha coleção!







quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

ÁGUA DOCE, DOCE ÁGUA!

Analisando esse problema da falta de água, em especial na minha querida e amada cidade de São Paulo, algo surreal, faltar água por aqui no Ceará nem é espanto, mas na Terra da Garoa me faz simplesmente acreditar em fim dos tempos.

Bom, o discurso ECONOMIZE ÁGUA, CUIDE DAS TORNEIRAS PINGANDO, NÃO DEMORE NO BANHO é muito antigo, desde que me "entendo por gente" escuto, tanto fora como dentro de casa. Hoje, mais ainda, valorizo os ensinamentos dos meus PAIS!

Tinha pessoas próximas a nós que ao invés de varrerem a calçada, "empurravam" as folhas das árvores com a mangueira, derramando água por muito tempo. Achava estranho meus pais nunca fazerem isso. Conforme fui crescendo, fui compreendendo!

Meu pai e seus irmãos andavam quilômetros atrás de água, no lombo de jumento, enchendo as "cabaças" e garantindo assim esse tão valioso líquido para o banho e para o alimento. Imagina uma criança fazendo isso! "Rotina difícil, a gente se lavava com pouca água, não podia esbanjar não, pois a gente buscava de longe" meu velho acaba de me
relatar.

Com a cruel seca de 1958, as famílias dos meus pais tiveram que sair do Ceará.

Minha família paterna viajou por longos dias num pau de arara para Goiás. Imagina o sofrimento de meus avós com 6 filhos, o mais velho com 10 anos e mais nova com 7 meses. VINTE E DOIS dias de viagem.

Minha família materna foi para o Maranhão. Por lá muitos pegaram malária, inclusive minha mãe. A irmã caçula dela morreu disso, era pequena, não resistiu.

INFELIZMENTE, essa história que apenas ouvia falar estou testemunhando, vendo lugares aqui próximos totalmente secos, lagoas, açudes, rios... Vendo pessoas carregarem água de longe, não mais de jumento, mas em motos ou carros. Os galhos das árvores secos, o céu mais azul do que nunca, sem nuvens para dar esperança de chuva.

Esses dias vi uma propaganda publicitária dizendo SEM ÁGUA SOMOS TODOS MISERÁVEIS.
De fato! A falta dela acarreta danos não só no nosso dia a dia, mas na pecuária, na indústria...EM TUDO! Gera desemprego, eleva o preço dos produtos...

No mais, gostaria de acreditar que essa crise fará o povo se conscientizar. É trágico pensar que quando a água voltar as torneiras o povo vai manter os hábitos de desperdício.


Quero confiar que esse caos não será em vão, e que as gerações futuras sejam conscientes. O que puder fazer para ter filhos responsáveis nesse sentido farei!





MITOLOGIA GREGA

HISTÓRIA DO MINOTAURO! Teseu é um dos principais heróis da mitologia grega. Segundo a lenda, Teseu matou o mostro Minotauro, criatura m...