quarta-feira, 23 de setembro de 2009

CORONELISMO

O coronel era um chefe político local, cujo poder provinha das terras que controlava e da influência que exercia sobre os eleitores. A figura do coronel era típica nas áreas rurais brasileiras, onde a enorme concentração de terras gerava um quadro contraditório e explosivo: uma minoria de fazendeiros poderosos diante de uma maioria de camponeses empobrecidos e trabalhadores sem terra. O poder local dos proprietários de terra vinha desde o período colonial, mas apenas na República podemos falar de coronelismo, ou seja, da interferência dos proprietários de terras na política local através do controle do voto. Isso porque, até a República, era muito reduzido o número de eleitores, devido ao voto censitário e ao regime escravista.
Ao estabelecer o voto universal masculino e admitir o voto aberto, a Primeira República entregou aos coronéis o comando da política dos municípios. Oferecendo empregos, realizando obras públicas, distribuindo roupas e alimentos, o coronel conquistava o voto do eleitorado. Quando as "boas obras" não eram suficientes, o coronel recorria à força dos capangas. Assim funcionava o voto de cabresto, base da força dos coronéis.
A dependência do eleitorado em relação aos coronéis só se explicava pela situação de miséria em que vivia a maior parte da população rural. Semi-analfabeto, sem assistência médica, alheio às notícias do mundo, completamente abandonado pelo Estado, o trabalhador rural tinha o coronel como um benfeitor, um esteio contra os males desse mundo.
Agora é com você! Explique por que a força dos coronéis era maior nas áreas rurais.

9 comentários:

  1. Acredito que seja pelo fato de eles terem muitas terras,e uma grande quantidade de escravos (isto é, mais eleitores). Assim, mandavam seus escravos votarem no candidato escolhido e ganhavam mais privilégios,aumentando suas riquezas.

    ResponderExcluir
  2. Acho que seria pelo fato deles se acharem mais fortes que os outros por terem mais capital, ou seja concluíndo , eles queriam que todos se tornassem omissos, e apenas os obedescecem, achando que o que valia apenas era o que eles achavam, queriam todos aos seus pés!!!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente pq eles eram fáceis de ser
    comprados, pois eram pessoas carentes
    e achavam q os coronéis davam alguma
    coisa pq eram bons, então sentiam-se
    gratos!!!

    ResponderExcluir
  4. Acredito q essa influência dos coronéis nas zonas rurais se dava pela falta de instrução da população q em sua maioria eram pobres.Assim sendo, os coronéis realizavam algumas bem feitorias e em troca o povo votava no candidato apoiado pelo coronel...era uma troca de favores...q ainda acontece nos dias atuais...na nossa "DEMOCRACIA"...

    ResponderExcluir
  5. Presciso fazer um teatro sobre o voto do cabresto nao tenho a minima ideia se alguem quiser me ajudar procure no facebook como> Alexia Cruz.
    por favor estou fikando louca para tentar fazer esse teatro é minha ultima nota e o meu professor éééé muiiitto exigente!!!!!!!
    obrigadoo.

    ResponderExcluir
  6. Gente Maranhão ainda não conseguiu se livra do coronelismo!! o Coronel Sarney ainda ta reinando aqui!!

    ResponderExcluir
  7. Porque quanto mais miserável mais dependente.

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada pela visita!

Ao redigir um comentário, tenha em mente que passará pela minha moderação, ou seja, se não for algo pertinente ao assunto do tópico, será deletado.

Paz e bem!

MITOLOGIA GREGA

HISTÓRIA DO MINOTAURO! Teseu é um dos principais heróis da mitologia grega. Segundo a lenda, Teseu matou o mostro Minotauro, criatura m...